quarta-feira, 14 de julho de 2010

Suicídio reconhecido como acidente de trabalho pela France Telecom

                   
     Veja a matéria publicada no Jornal de Notícias, de 14.07.2010
 A France Telecom reconheceu como acidente de trabalho o suicídio de um dos seus empregados, no ano passado. É o primeiro caso de suicídio nesta empresa reconhecido como consequência directa do trabalho.
A notícia chegou através de um porta-voz da empresa de telecomunicações, que confirmou que a morte de um homem de 51 anos, por suicídio, na sua casa, em Marselha, no dia 14 de Julho de 2009, foi declarada como acidente de trabalho. Antes de cometer suicídio, escreveu uma carta, onde justificava a sua decisão de pôr termo à vida devido ao “trabalho na France Telecom”.
A família o falecido irá receber a pensão correspondente a casos de sobreviventes a uma morte provocada por causas laborais, acrescentou a mesma fonte a agências internacionais. 
A decisão foi tomada pelo novo director-geral,  Stéphane Richard, que assumiu o cargo no passado mês de Março, com a intenção de resolver a crise de confiança entre os trabalhadores causada pela onda de suicídios na empresa.
Recorde-se que cerca de 50 trabalhadores da France Telecom suicidaram-se desde 2008. Várias manifestações dão conta, deste então, de perseguição moral e psicológica dentro da operadora

Nenhum comentário:

Postar um comentário